Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Kristen e Robert|Fan Site

Kristen e Robert For Ever ||A tua Primeira e Melhor fonte Portugues Sobre Robsten

Kristen e Robert For Ever ||A tua Primeira e Melhor fonte Portugues Sobre Robsten

Kristen e Robert|Fan Site

Url original KristenandRobert.Org

30
Out10

LA Times fala de Kristen

Fanny

https://fotos.web.sapo.io/i/b3b059f39/7439024_94jmr.jpeg

A estrela de Twilight, de 20 anos, estava aproveitando um raro momento de anonimato em um de seus restaurantes preferidos, um escondido, cercado por uma copa de samambaias, empoleirado ao lado de uma estrada sinuosa em Topanga Canyon. Avisos de um mercado dos fazendeiros locais, uma aula de preparação de nascimento e uma celebração de 70 anos para John Lennon decoravam o quadro de comunicados. Algumas poucas abelhas cercavam o hamburger vegetariano no prato dela, enquanto ela falava sobre interpretar uma adolescente fugitiva que virou stripper, em seu último filme, Welcome to the Rileys, um drama que sai nos cinemas na sexta feira.

Ela não estava passando as mãos no cabelo, nem balançando a perna sem parar, ou gaguejando enquanto tentava se expressar — todos os tics nervosos característicos que ela normalmente demonstrava em público, desde que Twilight a lançou para uma órbita assustadora de celebridades, há dois anos. Então, de repente, seu rosto caiu. Um estranho estava timidamente se inclinando sobre a mesa dela. “Será que eu poderia tirar uma foto para minha namorada na Thilandia?” O homem, que parecia ter cerca de 30 anos, perguntou. “Ela é uma garota linda. Eu assisti seus filmes recentemente com ela. Tudo bem?” Stewart pausou,sua perna esquerda começando a se mexer devagar. “Sim,” ela suspirou. “Sim, claro.” Ela posou para uma foto com o intruso. Obviamente por causa da agitação dela, ele hesitou. “Qual seu nome novamente? Kristen, certo? Quer que eu te mostre minha namorada?” Ele perguntou, começando a mudar as imagens na sua câmera digital. “Só pra ela saber que eu busquei café da manhã no seu restaurante. Você sabe, nós somos do tipo de pessoa que não sai muito.” Finalmente, ele tirou a foto. Stewart puxou o capuz de sua blusa preta para a cabeça. “É estranho quando você se torna uma novidade,” ela disse, desleixando-se em seu assento. “É meio que, ‘É, claro. Coloque isso no Facebook para que seus amigos possam rir.’ Porque é o que eles vão fazer. E eu normalmente digo não para pessoas assim, quando eles ficam tipo, ‘Ei, ei, posso tirar uma foto sua?’ É tipo, ‘Não, … você,’” ela disse, lançando uma obscenidade. “É isso que eu estou pensando.” Stewart, está claro, ainda está lutando com a fama, que veio para ela rápido e forte quando ela tinha 17 anos, e pegou o papel de Bella Swan, na franquia de vampiros Twilight, cujo quarto filme começa a ser produzido no próximo mês. Ela está sempre sendo seguida por paparazzis. Uma exaltação explode sempre que ela é vista fora dos sets com seu colega de elenco Robert Pattinson; os tablóides especulam muito sobre suas vidas pessoais. (Um site de celebridades, por exemplo, recentemente falou sobre “novos detalhes exclusivos” do casal visitando uma loja da Play N Trade, de video games, em Prairieville, Los Angeles, onde eles estão se preparando para filmar a primeira parte de Breaking Dawn. Se você quiser saber, parece que eles compraram o jogo Fallout: New Vegas). Diferentemente de outras jovens estrelas como Justin Bieber ou Lindsay Lohan, que parecem gostar de compartilhar detalhes de suas vidas com os fãs em sites de interação social como Twitter, Stewart resistiu tenazmente às constantes demandas para divulgar mais da sua vida pessoal ao público. Em entrevistas passadas, ela demonstrou uma inclinação para gaguejar e rolar os olhos, consequentemente desenvolvendo uma reputação de ser mal-humorada ou desajeitada. Durante uma entrevista de 2008 com David Letterman, ela conscientemente se referiu à si mesma como “na verdade muito chata.” “Eu não tenho uma personalidade que se encaixa na televisão. Eu simplesmente não tenho,” ela admitiu, soando genuinamente amigável. “Mesmo quando eu acho que eu me diverti com algo e e fui totalmente bem, e falei sobre as coisas que eu estava interessada — mesmo assim. Eu não sei. Está ficando mais fácil. Eu costumava ser muito pior. E é totalmente minha culpa, também. Eu acho que eu colocava muita pressão em mim mesma antes, e isso era mostrado.” Ainda que ela tenha começado a atuar ao tempo de meia vida atrás — acumulando aplausos cedo de pessoas como Jodie Foster, com quem ela estrelou em Quarto do Pânico em 2002, e Sean Penn, que a dirigiu em Into the Wild, em 2007 — Stewart diz que é incapaz tratar uma performance como um assunto despreocupado, charmoso ou engraçadinho, em uma entrevista, porque isso simplesmente não é o que ela é. Dakota Fanning de 16 anos, que estrelou com Stewart em The Runaways esse ano, falou sobre o mal-estar dela durante o tour de imprensa do filme. “Eu acho que isso de ela ficar desconfortável durante entrevistas — Kristen, é exatamente quem ela é. É algo que me faz admirá-la,” diz Fanning. “Quando ela está fazendo uma entrevista, ela realmente pensa no que está dizendo. Ela é uma pessoa verdadeira, honesta, e quer muito que isso passe.” As coisas ficaram feias, e sua equipe a mandou para treinamento de imprensa. “Basicamente, eles me disseram que eu deveria estar pronta para qualquer pergunta feita à mim, e eu deveria ter uma resposta pronta, porque então as coisa não ficariam confusas e você nunca vai ser pêga de guarda baixa,” ela se lembrou. “E não tem jeito de fazer isso. Não tem jeito de ficar preparado para uma conversa com alguém que você não conhece, sobre algo que significa o mundo para você.” O que parece mais preocupar Stewart sobre essa pesquisa minuciosa da imprensa, entretanto, é que isso poderia a afastar de sua reputação como uma atriz com verdadeiro talento. Foi a sua performance em Into the Wild, antes mesmo de Twilight sair, que convenceu o diretor Jake Scott que ela era a pessoa certa para protagonizar Welcome to the Rileys. “O que eu vi dela naquele filme foi essa qualidade astuta, manhosa, meio que de uma raposa,” ele disse. “Ela tem uma forma de olhar as pessoas que eu achei muito convincente.” No filme de Scott, Stewart interpreta Mallory, uma adolescente ‘boca-suja’ vivendo por conta própria em New Orleans, trabalhando em um strip club. Quando ela cruza caminhos com o casal Doug e Lois Riley (James Gandolfini e Melissa Leo), eles a levam embaixo da asa e a ajudam a dar a volta na sua vida. Para se preparar, Stewart teve aulas de pole dance, visitou strip clubs, e não lavou seu cabelo por semanas. Sua aparição foi tão convincentemente desprezível, ela disse, que quando ela entrou em um clube de Sunset Boulevard, o dono a ofereceu trabalho. A atriz o persuadiu a deixá-la conversar com as dançarinas e entender mais sobre suas vidas. “A única coisa que eu consigo entender é que algo, na maioria das vezes, foi tirado delas,” ela disse. “Tipo, você não pode me machucar mais do que eu já fui machucada. E você não pode abusar mais de mim do que eu me abuso todos os dias, então eu vou tirar de você. Eu vou tirar o seu dinheiro.” Seu interesse em trazer autenticidade ao filme energizou Leo. “Há um monte de jovens que querem ser atores, mas quando eles realmente têm algo acontecendo, isso me deixa animada,” disse a atriz indicada ao Oscar. “Ela tinha 18 anos quando filmamos esse filme — quase jovem demais para conhecer todas essas coisas que ela faz, para entrar em algo assim. Ela teve a competência para literalmente se expor da forma que ela foi exposta.” Scott diz que Stewart se tornou mais confiante nos dois anos que ele a conheceu, e não deixou a coisa de ser uma celebridade deformar sua identidade. “Ela ainda é a Kristen para mim — essa garota do Valley que gosta de Van Morrison e de assistir filmes e sair,” ele diz. Fanning, entretando, diz que convém à Stewart recalibrar sua atitude à respeito da fama. “Situações aconteceram para mim, quando eu era líder de torcida na escola e paparazzis entravam escondidos no campo. É algo que vem junto com o que eu escolhi fazer na minha vida,” diz Fanning, que não tinha nem 10 anos quando sua estrela decolou depois de I Am Sam, de 2001. “Algumas vezes você tem que aceitar isso, mesmo se você não achar que é justo ou certo.” Stewart tem medo de adotar uma atitude que possa destruí-la. “Eu amo meu trabalho,” ela disse. “E por causa disso, eu tenho que protegê-lo.”

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D